A Ferramenta de defesa da Fé Cristã

BTemplates.com

Nome: E-Mail: Assunto: Mensagem:

Horario

Tecnologia do Blogger.

Estude Fácil

Frase da semana


Certos teólogos de hoje não crêem na existência de "satanás". É estranho que filhos não creiam na existência do próprio pai.
C.H Spurgeon

Vote e nos ajude;

Divulgue nosso Banner

Seitas

Seguidores

Featured Posts

Que assunto você gostaria de ver?

Receba os Estudos por Email

Assuntos atualizados

Chat: Fala meu irmão

Vote e ajude-nos

Divulgue nosso Banner

Compre aqui a sua Bíblia em Audio (CLIQUE)

Blogs Recomendados

Pesquisa personalizada

Ajuda OnLine

18 de setembro de 2009

Cristãos Superticiosos?




Paulo disse, no Areópago, em Atenas: “... em tudo vos vejo um tanto supersticiosos” (At 17.22). A despeito de estas palavras terem sido dirigidas aos atenienses, veremos neste artigo que elas também valem para muitos cristãos da atualidade.

O que é superstição? Do latim superstitione, é uma crença errada, uma falsa ideia a respeito do sobrenatural ou um sentimento religioso excessivo ou errôneo que muitas vezes arrasta as pessoas ignorantes à prática de atos indevidos e absurdos. Como o Brasil é um país muito supersticioso, graças a religiões populares (como catolicismo, umbanda e candomblé), às vezes vemos alguns cristãos que mantêm resquícios do tempo em que eram dominados pelo misticismo.

“Arruda e sal afastam maus espíritos”. Há igrejas pseudoevangélicas que têm adotado a arruda e o sal grosso para supostamente fazerem com que males, doenças e enfermidades fiquem bem distantes dos seus fiéis. Com isso, os líderes desses movimentos pretensamente cristãos, além de
“afastarem” os maus espíritos, atraem os incautos e bons ofertantes...

“Carne de porco no réveillon traz prosperidade”. Pois é... tem crente que só come pernil (de porco) na virada do ano. Por quê? Porque existe uma superstição de que, como esse animal fuça para frente, garante prosperidade o ano todo, ao contrário do peru, que cisca para trás. Pode uma coisa dessas?!

“Orelha arde quando alguém fala mal de nós”. Há uma crendice no Brasil, não levada tão a sério como antigamente, de que, se uma pessoa sentir a sua orelha arder, é porque alguém está falando mal dela. E é comum ouvir gracejos do tipo, entre os evangélicos: “Sua orelha deve ter queimado bastante ontem, pois falamos bastante de você”.

“Passar a virada do ano de branco dá sorte”. Tenho observado que, no culto de passagem de ano, muitos irmãos aparecem vestidos de branco. Você sabia que esse hábito é inspirado em religiões de origem africana? É verdade que o branco simboliza pureza e paz. Mas a mencionada superstição está ligada, sobretudo, aos cultos afro-brasileiros, como umbanda e candomblé.


“É bom começar o dia com o pé direito”.
Há alguns anos, visitei a casa de Santos Dumont, em Petrópolis, no Rio de Janeiro. Fiquei maravilhado com as suas invenções. E admirei-me mais ainda com as suas superstições! Para se ter uma ideia, a escada de acesso à sua casa tem apenas um pedaço de madeira do lado direito, no primeiro degrau. Para quê? Para obrigar o visitante a iniciar a subida com o pé direito! Mas já ouvi crente dizer assim: “Hoje, levantei cedo, orei, li a Bíblia... Comecei o dia com o pé direito”!

“Dá azar encontrar-se com um gato preto”. Essa crença e outras a respeito dos gatos vieram da Europa. Diz-se que eles não amam os seus donos, e sim a casa em que vivem. Por isso, numa mudança, é preciso levar o pequeno felino dentro de um saco para que não saiba para onde está indo. Acredita-se, ainda, que o Diabo toma a forma de um gato preto. Parece incrível, mas já ouvi irmãos dizendo que o seu dia não estava bom porque, pela manhã, cruzaram com um gato preto!

“Número 13 dá azar”. Brasileiros famosos, como Roberto Carlos e Zagallo, tratam o número 13 de maneira diferente. O cantor passa longe do tal número, enquanto o ex-técnico da Seleção Brasileira afirma que lhe dá sorte. Aliás, Zagallo, após vencer a Copa América, em 2004, contra a Argentina, declarou: “Argentina vice tem treze letras”. Em 2006, um maldoso argentino replicou: “Brasil sem hexa também tem treze letras”.

Bem, quando olhamos para a Bíblia, vemos que esse número é bastante significativo. Basta observar que o Apóstolo Jesus (Hb 3.1) e os seus seguidores formam um grupo de treze apóstolos, e que Jericó foi rodeada treze vezes pelos israelitas: uma volta por dia, durante seis dias, e sete voltas no sétimo dia (Js 6.3-4). Ademais, os livros de Neemias, 2 Coríntios e Hebreus têm treze capítulos. E a bênção apostólica está registrada em 2 Coríntios 13.13.
Por Ciro Sanches
Que Deus nos ajude a abandonarmos as más influências da vida velha. Afinal..

“se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Co 5.17).

Que você tenha sempre pra dizer nessa situação " A minha Fé vem do Senhor."
Fiquem na Paz
Victor Silva
Reações:

4 comentários: