13 de setembro de 2009

"Ovelhas em pele de Lobo, e não lobos em pele de ovelha"


Ovelhas Vestidas de Lobo

Outro dia, Já faz um bom tempo, chegou-me às mãos o texto que abaixo vos transcrevo. Não me lembro onde eu o adquiri.  Sei que fiquei pasmo diante da verdade nela revelada. Eu conheci uma igreja que tinha uma pessoa que era exatamente como no texto abaixo. Providencialmente, o Senhor trouxe a mim esta revelação, a qual passo, com muito carinho a todos os amigos que visitam meu site. Leia e veja se você conhece alguém assim:
Transferência: Ovelhas vestidas de Lobo

Ovelhas vestidas como lobos são filhos verdadeiros de Deus, mas que agem como lobos devido a suas feridas emocionais. Elas se encontram em nossas igrejas com uma freqüência crescente, e podem usar um mecanismo de defesa que os psicólogos chamam de transferência. A transferência é definida como “alguém do presente que é experimentado como se fosse alguém do passado. As atitudes e emoções, positivas ou negativas, que pertenciam a uma relação anterior são transferidas a uma nova pessoa no presente” (Baker Encyclopedia of Psychology, Baker Book House, 1985: 1173).
RAÍZES - Ocorre, geralmente, com quem teve uma relação problemática com o pai ou a mãe e que encontra, no presente, alguém que corresponde ao lado positivo, inicialmente, daquela pessoa do passado. Destas pessoas, tendentes à transferência, ouvimos expressões do tipo: “você é o pai que eu não tive”. Nesse ponto, a transferência ainda expressa um lado positivo, porém, está fadada a tornar-se negativa quando o pensamento passa a ser: “você é como meu pai”. Daí em diante, no momento em que o objeto de transferência não corresponder às expectativas e não preencher as carências e vontades dessa pessoa, a mesma começa a expressar: “você age como meu pai e por isso o odeio”. Aqui se apresenta o grande problema, pois a pessoa passa a investir na destruição do seu objeto de transferência e, freqüentemente, tem êxito nisso, partindo do pressuposto de que sua inteligência é bastante desenvolvida.
PERIGO - Uma pessoa em transferência é um perigo para a igreja, visto que pode destruir seu alvo e um grande número de pessoas que estiverem em volta. Pastores e líderes, principalmente os mais carinhosos, facilmente tornam-se objetos de transferência, correndo o risco de uma destruição em massa. Essa dinâmica pode ser a base para o pior tipo de batalha espiritual, considerando que a pessoa que ataca sente que age em nome de Deus e assume a responsabilidade de “proteger” e influenciar o maior número de pessoas possível contra o seu objeto de transferência.
PERFIL - É possível identificar alguém em transferência quando se percebe nele os seguintes aspectos: tenha sofrido um trauma emocional que levou a uma carência afetiva, através da qual, quer sentir-se especial. Projeta situações do passado no presente. Critica, expondo sentimentos contra alguém. Orgulha-se de quem é, tornando-se cego, não enxergando problemas em si mesmo. Sente ciúmes quando se vê saindo do lugar de preferência de outrem. Envolve-se em mentiras, engano e calúnias. Demonstra raiva direta ou indiretamente. Mostra-se controlador, dominador e manipulador. Solitário, por não reconhecer os próprios problemas, não sendo, assim, confiável nos relacionamentos. É conflitante e faccioso. Vale-se da máscara de vítima. Idolatra o ministério, a posição, o espaço ou a tradição. Sofre repressão emocional com ocasionais descargas. É carente de afirmação. Resiste às correções, recebendo-as como rejeição. Pode estar afligido por demônios.
TRATAMENTO - O tratamento pode ser aplicado partindo do princípio de que é um processo a restauração, por isso, demorada. Deve-se seguir os passos:
1. Quebrantamento e arrependimento: muito difícil de alcançar, pois quase ninguém está disposto a reconhecer seus erros, lembrando que o orgulho faz parte do perfil de alguém em transferência. Ninguém é capaz de mudar esse coração, só Deus;
2. Assumir responsabilidades: se for capaz de quebrantar-se, deve assumir os erros e as responsabilidades;
3. Sofrimento: o retorno à saúde não é fácil, exige consciência de que o sofrimento é inevitável;
4. Submissão ao seu líder espiritual: é complicado por causa do orgulho, porém, se não houver essa submissão, ou a pessoa acaba saindo da igreja, ou deve ser convidada a fazê-lo (isso é uma sugestão para que não haja destruição do restante da igreja. É para o bem comum. Observe 1 Coríntios 5:11-13);
5. Traçar limites objetivos: o que é necessário fazer para que a situação mude? Por exemplo, se o alvo da transferência faz parte do mesmo grupo de apoio que a pessoa, um ou outro deve mudar de grupo;
6. Afastamento do objeto de transferência: o alvo deve sair imediatamente e radicalmente do caminho dessa pessoa e um mediador deve assumir o tratamento da mesma;
7. Tratamento emocional especializado: deve-se procurar a ajuda de uma equipe REVER e/ou de um profissional.
8. Compromisso profundo com a verdade: por estar cercado pelo engano, é preciso comprometer-se com a verdade, inclusive sabendo que a mesma trará dor;
9. Exercício de escrever: expressar, através da escrita, tudo o que está preso no interior: dor, sentimentos;
10. Renúncia: trabalho de libertação, renunciando espíritos malignos e fechando portões;11. Reconhecimento dos próprios erros;
12. Discernimento de futuras transferências.
PREVENÇÃO - A igreja deve estar orientada quanto a esse comportamento que é tão prejudicial ao seu andamento. Para tal, é imprescindível identificar líderes suscetíveis a serem objetos de transferência; ensinar e orientar toda a liderança da igreja sobre o assunto; preservar a unidade entre os líderes; discernir a raiz dos conflitos, observando erros próprios e de outrem; estar alerta quanto a facções (sem tentar espiritualizá-las sempre); discernir batalha espiritual e os mascarados de espirituais, e trabalhar o reconhecimento da parte dos líderes de suas próprias fraquezas.
Perguntas de Reflexão1. - Você ou um líder de sua igreja já foram alvos desta dinâmica?2. Quais passos a liderançça da igreja deve tomar para proteger-se desse mal?3. O que Deus está falando ao seu coração através deste artigo? O que você pretende fazer baseado nisso?

      É preciso que tenhamos discernimento para julgar a questão, não vamos simplesmente nos desfazer das pessoas que estão trazendo problemas, fazendo as coisas erradas mesmo estando na igreja, nem sempre quer dizer que a pessoa esta  fazendo o mal por querer, muitas vezes tais praticas erradas passam despercebidas do irmão em questão, as vezes a pratica do errado se dá unicamente pela falta de entendimento, as vezes ele não sabe ou se ainda não percebeu que está na pratica de uma atitude errada. Nem sempre o que é certo sabe ele o que é certo, e o errado sabe ele que é errado!!
   Temos que ter o discernimento para saber, se o que temos em nossas mãos é " Um lobo com pele de ovelha, ou uma simples Ovelha em pele de lobo."
  Uma simples ovelhinha que está sem entendimento da causa, mas que não é por isso que se torna uma ovelhinha descartável!!
    Dá pra se perceber que ambos,lobo em pele de ovelha, e ovelha com pele de Lobo dá se uma mistura de 2 razões. Mas que de uma delas a essência é de mal, a intenção é mal, mas já a de outra a essência é boa, a raíz é de bem. E geralmente a maior quantidade de algo ao natural  prevalece,mas que com um pouco de esforço a menor cobrirá a maior!
  Queridos é preciso ter entendimento para não descartarmos para sempre, o que não é descartável.Não se pode Anula-lo tendo uma vida inteira de acertos e por apenas algum Presente de erros.

Mas o que devemos fazer com tal irmão? Qual deve ser a nossa atitude?
   
Queridos uma vez que nada podemos contra a verdade senão pela verdade,nada melhor do que agir como a Bíblia nos orienta:
                                      Mt 18,15-17

Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão; Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.
E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.


   E são as palavras do Salvador, quem pode se opor??
  Pense, analize antes de agir errado, e de repente até  fazer uma vida se perder para sempre, Julgue sempre se esta se lidando com
   " Um lobo em pele de ovelha, ou apenas uma ovelha em pele do lobo."

Fique na doce Paz de Cristo, Deus lhes abençoe.

    Victor Silva
   

3 comentários:

Anônimo disse...

Na minha infância quis um kart
Tão tive nenhum,só boy vira piloto de fórmula 1
Todo pivete quer ser bombeiro ,eu tinha outro sonho
Catar o vigia da preserva e recarregando o caixa eletrônico
Não usei minha inteligência em pról de nenhuma
Empresa só pra por microcâmera pra gravar sua senha
Deixar a vítima surpresa, no telefone
Seu saldo disponível é zero perfeição no clone
Detonei a dona da joalheria com explosivo,
Fiquei dois anos aguardando julgamento no distrito
Pra ver que não dá lucro magnata viúvo,
Chorando de búlgare, óculos escuro,
Não valeu perder os dentes no taco de beisebol, choque no pinto, matar por um banho de sol
Ser quase estorquido pelo bolo podre da carceragem que inventa dívida pra te matar na crocodilagem
É raro ter um no crime no sítio no bairro elegante
Com esconderijo subterrâneo,com foguete anti-tanque, no crime o
Prêmio é ser mais um difunto apodrecido,outro relatório na
Prancheta do perito,nao quero parente no iml,atrás de mim,nem
Minha mãe vendo meu caixão e achando que foi melhor assim,tô
Pendurado a carabina e a granada holandesa,tirei meu carro da
Estrada da dor 666

Cleiton disse...

Nemly

Vandro disse...

Seu 8 balls Anônimo

Estava com preguiça então
NEM LI!!